segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Sentindo o sol nas costas.

O sol arde, uma amiga profetizou sobre o primeiro animal a sentir o sol nas costas, eu senti e ele arde. Milhões de anos de culpa e dor num corpo obsidiado de obscuridades diversas, não conheço a luz. Ilumine-me para seguir em frente, sempre, eu sou. 

Nenhum comentário: